Pesquisa busca mapear qualidade de vida de adultos com acondroplasia

Um estudo realizado no Brasil, Estados Unidos e Reino Unido busca mapear a qualidade de vida de adultos com acondroplasia, o tipo mais comum de nanismo. A pesquisa é realizada pelo Kantar Profiles com financiamento da BioMarin. O objetivo é reunir informações não apenas a nível nacional, mas também estadual, de forma que apoie as comunicações e atividades resultando em melhores padrões de cuidados ao longo da vida adulta.

Os dados são confidenciais e permanecerão confidenciais, conforme o acordo da política de privacidade da pesquisa. Caso haja desconforto em qualquer pergunta respondida, é possível recusar a participação em qualquer momento da pesquisa.

O questionário deve ser respondido por adultos com acondroplasia pelo link:

https://surveys.lifepointspanel.com/survey/lsh/v1/lp/emea/92199329/PAT/BR?l=portuguese_br&c=BR

Catherine Moraes

Jornalista por formação e apaixonada pelo poder da escrita. Do tipo que acredita que a informação pode mudar o mundo, pra melhor!
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

A conexão de mãe que abraçou centenas de outras mães

Neste Dia das Mães, contamos histórias de mulheres que são fio condutor na luta por proteção e direitos dos filhos com nanismo “Não consigo me imaginar não sendo mãe. A gente se doa, se dedica pra vê-los se tornando homens maravilhosos”: Francielle Ferreira Ribeiro “Ser

A conexão de mãe que abraçou centenas de outras mães

Neste Dia das Mães, contamos histórias de mulheres que são fio condutor na luta por proteção e direitos dos filhos com nanismo “Não consigo me imaginar não sendo mãe. A gente se doa, se dedica pra vê-los se tornando homens maravilhosos”: Francielle Ferreira Ribeiro “Ser