Nota de Repúdio: Pastor André Valadão

O Instituto Nacional de Nanismo (INN) vem a público repudiar a publicação do pastor André Valadão envolvendo pessoas com nanismo por meio de sua conta pessoal do Instagram na quinta-feira (12). O vídeo, já curtido por mais de 150 mil pessoas é, infelizmente, um tipo comum de bullying sofrido diariamente por adultos e crianças. O termo ‘anão’ foi utilizado pejorativamente e a indicação é que a referência seja feita a ‘pessoas com nanismo’.
Há seis anos o movimento #somosTODOSgigantes trabalha com o objetivo de espalhar conhecimento e diminuir o preconceito. Estamos em 2021 e algumas situações que já foram motivos de piada e que são culturalmente aceitas não deveriam mais ocorrer.
André Valadão é pastor, possui mais de 4 milhões de seguidores e é lamentável ver o fomento deste tipo de situação em um canal com tanta repercussão. Acreditamos que, como cristão, melhor faria se utilizasse as suas redes e seu poder de fala justamente para fazer o oposto. Afinal, o cristão não deveria fomentar a roda dos escarnecedores. É desrespeitoso e inaceitável. É crime.
Há poucos dias, Lucas Santos, filho da cantora de forró Wlakyria Santos cometeu suicídio após sofrer ataques de bullying por meio do TikTok. O garoto, de apenas 13 anos, postou um vídeo em que brincava com um amigo e recebeu uma enxurrada de comentários homofóbicos. Este é o tipo de situação que precisa nos causar um alerta. O preconceito arraigado e culturalmente aceito contra as pessoas com nanismo não pode mais ser tolerado. As piadas na internet e os comentários preconceituosos podem custar vidas.
No total são mais de 400 tipos de nanismo e 80% dos casos ocorrem com casais que não possuem nenhum tipo de histórico familiar. Ou seja, pode acontecer com qualquer gestação. Mais que estatura, o nanismo é uma deficiência física severa que pode acarretar outros diversos problemas de saúde. Quem quiser saber mais ou conhecer a nossa causa, fica aqui o convite.
Site: somostodosgigantes.com.br
Instagram: @instituto.nacional.nanismo / @somostodosgigantes
Com carinho e muito respeito, Juliana Yamin, presidente do INN

Catherine Moraes

Jornalista por formação e apaixonada pelo poder da escrita. Do tipo que acredita que a informação pode mudar o mundo, pra melhor!
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

A conexão de mãe que abraçou centenas de outras mães

Neste Dia das Mães, contamos histórias de mulheres que são fio condutor na luta por proteção e direitos dos filhos com nanismo “Não consigo me imaginar não sendo mãe. A gente se doa, se dedica pra vê-los se tornando homens maravilhosos”: Francielle Ferreira Ribeiro “Ser

A conexão de mãe que abraçou centenas de outras mães

Neste Dia das Mães, contamos histórias de mulheres que são fio condutor na luta por proteção e direitos dos filhos com nanismo “Não consigo me imaginar não sendo mãe. A gente se doa, se dedica pra vê-los se tornando homens maravilhosos”: Francielle Ferreira Ribeiro “Ser