Somos Todos Gigantes no Youtube

Nosso pequeno gigante

Nosso pequeno gigante, inspiração deste portal e de tantas outras vidas, resolve dividir sua experiência para promover conhecimento e ajudar outros semelhantes no momento da decisão

 

“Apoiar a decisão do Gabriel pela cirurgia foi muito difícil. Foram dez anos de ‘preparação’. Nossa e dele. Sempre acreditamos que teria que ser uma decisão dele, no limite do que sua maturidade permitisse. Afinal, o processo envolve dor (o ônus), mas resulta em considerável crescimento (o bônus)”, explica o advogado Marlos Nogueira, pai do Biel. Ele conta que a família visitou vários médicos, inclusive fora do país, sempre acompanhados pelo pequeno, desde muito cedo.

Segundo o pai, o Biel foi compreendendo tudo, mesmo que dentro do seu mundo infantil. Com ajuda de terapia, pôde trabalhar os “prós” e “contras”, com suporte psicológico e muito amor de seus pais e irmãos. “Enfim, ele entrou bem decidido no centro cirúrgico e agora está convivendo com a dor, mas certo de que ‘passa’. Ele é um guerreiro”, Marlos elogia o filho mais velho.

Além de coragem para encarar um procedimento tão invasivo quanto a cirurgia de alongamento, o Biel ainda teve fibra para lançar seu canal no YouTube com a cobertura de sua cirurgia no Hospital Israelita Albert Einstein. Assista agora o primeiro vídeo do canal Somos TODOS Gigantes no Youtube e entenda quanta coragem pode caber dentro de uma pessoinha de apenas 10 anos.

Em pouco tempo, o carisma de Biel tomou conta do hospital e, além do carinho de seu ortopedista José Carlos Bongiovanni, ainda conquistou a simpatia de toda a equipe médica, como afirma o anestesista José Ricardo Pinotti: “Gabriel foi um herói. Ele é um menino muito forte e vai se recuperar muito bem. Todo mundo na torcida por ele. Todos estamos de olho nele aqui”.

Confira a fala do médico no segundo vídeo do canal de Biel:

De volta ao quarto
Assim que saiu da sala de cirurgia após 7 horas de procedimento, Biel recebeu pequenas doses de anestesia no cateter peridural para evitar dor nas primeiras 48 horas. No caso dele, foram operadas duas pernas. A implicação médica era muito complexa devido a um arqueamento realmente severo, tíbia virada para dentro, fêmur para fora.

Na cirurgia, o osso é cortado e fixado por pinos que afastam as duas partes do osso rompido, 1mm a 2mm por dia. Esse afastamento estimula o osso a produzir tecido ósseo tão resistente quanto o restante do membro entre as partes separadas. Leia mais a respeito aqui.

O suporte externo não tem uma boa aparência, mas deve ser utilizado por 3 meses alongando, mais cerca de outros cinco meses para consolidação. Todo o tratamento pós-operatório leva em média 8 meses para crianças.

Já no dia seguinte à cirurgia, realizada neste 6 de dezembro de 2016,o Biel já pôde pôr as pernas os pés para baixo, e a previsão é de que amanhã ele possa caminhar com a ajuda de um andador.  A internação deve perdurar até sexta feira, dia 09, ou no máximo sábado, 10.

Custo
Quando surge o momento de decidir por operar ou não, muitos esbarram no gargalo financeiro. No caso de Biel, o plano de saúde One Health cobriu os custos, e os honorários da equipe médica, que não era credenciada, serão reembolsados.

Não houve necessidade de adaptar a casa em função da cirurgia. Mesmo morando em um imóvel com escadas, os pais estão instruídos apenas a ajudar nas subidas e descidas, mas sem necessidade de maiores transformações na configuração da casa.

Resultado
Marlos, pai de Biel, conta que apenas nesta cirurgia a estimativa é de que o filho cresça de 8 a 12 cm. Ao final dos 8 meses de terapia pós-operatória, ele poderá optar pela operação nos braços.

Para obter um melhor resultado, o indicado é fazer uma terceira cirurgia, no fêmur. Desta vez, o aumento pode ser em média de 10 cm.

Por último, se fêmur e tíbia passarem por nova cirurgia (a quarta), é possível que Biel alcance mais uns 10 cm, somando um crescimento médio total entre 30 e 40 cm.

Dor
Nem um menino tão bravo quanto o nosso gigante Biel, conseguiu passar por tudo sem reclamar. Em apenas um momento de cansaço, por volta das 12h40 desta quarta feira, 07, ele teve uma crise de dor aguda.

“Chorou pela primeira vez”, conta a mãe e empresária Juliana Yamin nos grupos de nanismo do Whatsapp, pedindo e recebendo muitas orações de todo o Brasil. “Dobraram a dose de analgesia da bomba e aplicaram 2ml de Morfina e Decadron. A dor passou e ele dormiu. Tenho certeza de que ele acordará melhor, a dor passará e ele estará mais otimista e confiante”, completa Juliana, segura da decisão do filho.

Assista com exclusividade ao último vídeo postado pelo gigante que não fraquejou nem no momento da adversidade. Aproveite o exemplo, compartilhe com seus familiares. Ajude a solucionar as dúvidas de alguém e se o questionamento permanecer, entre em contato conosco.

Biel tá no ar! Se inscrevam no canal, curtam e recebam sempre os vídeos novos do nosso pequeno gigante.

 

 

Rafaela Toledo

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

Somos Todos Gigantes marcado na pele 

Pai de criança com síndrome raríssima faz tatuagem em homenagem ao movimento; família é de Feira de Santana, na Bahia, e participou pela primeira vez de encontro em 2023 As bagagens de vida de Maysa, Anderson e Malu são cheias de desafios, lutas, transformações e

Somos Todos Gigantes marcado na pele 

Pai de criança com síndrome raríssima faz tatuagem em homenagem ao movimento; família é de Feira de Santana, na Bahia, e participou pela primeira vez de encontro em 2023 As bagagens de vida de Maysa, Anderson e Malu são cheias de desafios, lutas, transformações e