Lugares Acessíveis

A palestrante, estudante de direito e criadora do Instagram @babadosdapequena volta a estrelar em nossa plataforma para dar sequência à pesquisa feita em parceria com o Somos Todos Gigantes sobre locais acessíveis e inacessíveis para quem tem baixa estatura ou mobilidade reduzida.

No post de hoje, veja imagem de lugares que já conseguiram se adequar às Leis de Acessibilidade e recebem pessoas de todas as estaturas conforme manda a legislação. Paula também apresenta algumas soluções domésticas que foram úteis dentro de sua casa.

Todas as fotos são de propriedade e autoria de @babadosdapequena.

Local de pagamento de estacionamento do Shopping SP Market em São Paulo (SP).

 

Pia do banheiro familiar do Shopping SP Market em São Paulo (SP).

 

Banheiro da Faculdade Integradas do Vale do Ribeiro (Unisepe) em Registro (SP).

 

Balcão de atendimento da biblioteca da faculdade integrada do Vale do Ribeiro em Registro (SP).

 

Balcão da biblioteca da Faculdade Integrada do Vale do Ribeira em Registro (SP).

 

Balcão da Chevrolet em SP próximo ao shopping SP Market em São Paulo (SP).

 

Balcão Sem Parar no Shopping SP Market em São Paulo (SP).

 

Bebedouro na faculdade integrada do Vale do Ribeira em Registro (SP).

 

Adaptação com o Banquinho na casa de Paula.

 

Balção da Empresa Viação Valle Sul em Registro (SP).

 

Varal baixo que facilitar na hora de estender roupa.

Compartilhe. Boas ideias devem ser divididas!

Rafaela Toledo

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

A conexão de mãe que abraçou centenas de outras mães

Neste Dia das Mães, contamos histórias de mulheres que são fio condutor na luta por proteção e direitos dos filhos com nanismo “Não consigo me imaginar não sendo mãe. A gente se doa, se dedica pra vê-los se tornando homens maravilhosos”: Francielle Ferreira Ribeiro “Ser

A conexão de mãe que abraçou centenas de outras mães

Neste Dia das Mães, contamos histórias de mulheres que são fio condutor na luta por proteção e direitos dos filhos com nanismo “Não consigo me imaginar não sendo mãe. A gente se doa, se dedica pra vê-los se tornando homens maravilhosos”: Francielle Ferreira Ribeiro “Ser