Existe um Dia Nacional da Pessoa com Nanismo?

Existe um Dia Nacional da Pessoa com Nanismo?

Sim! O Projeto de Lei do Senado de número 657/2015 foi aprovado em 16 de fevereiro de 2016 pela Comissão de Educação, Esporte e Cultura no Congresso Nacional sob os esforços do Senador Romário Faria, autor da proposta, e das pessoas que compareceram ao local, onde a campanha #somostodosgigantes começou a ganhar seu formato.

Em 31 de junho de 2017 ficou instituído o dia 25 de outubro com o Dia Nacional de Compate ao Preconceito à Pessoa com Nanismo, pela Lei 13. 472 – um grande passo na luta contra o preconceito e à favor da inclusão social no Brasil.

Esta data é dedicada aos pequenos em mais de 25 países e homenageia o ator e ativista americano Billy Barty, criador de uma associação que, na década de 50, lutava pelos direitos das pessoas com nanismo e por tratamento médico adequado.

Fontes: Little People of America (LPA), Fudacion Alpe, G1, Dwarf Athetic Association (DAA), Terra, The New York Times, Correio Brasiliense, IG, Jusbrasil, Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro (Soperj), Portal Educação, Portal dos Psicólogos, Drª Jacqueline de Oliveira Fidelis, fonoaudióloga Isabela Roriz, Forbes

Rafaela Toledo

Comentários

2 respostas

    1. Oi Fran! Uma pena o desrespeito de alguns mas a gente vai vencer isso com muita informação de qualidade e amor! 😉 Você não sabia do Dia Nacional do Combate ao Preconceito Contra as Pessoas com Nanismo porque ele não existia. Foi instituído recentemente e pela primeira vez é comemorado no Brasil. Estamos todos muito felizes por esta conquista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

A conexão de mãe que abraçou centenas de outras mães

Neste Dia das Mães, contamos histórias de mulheres que são fio condutor na luta por proteção e direitos dos filhos com nanismo “Não consigo me imaginar não sendo mãe. A gente se doa, se dedica pra vê-los se tornando homens maravilhosos”: Francielle Ferreira Ribeiro “Ser

A conexão de mãe que abraçou centenas de outras mães

Neste Dia das Mães, contamos histórias de mulheres que são fio condutor na luta por proteção e direitos dos filhos com nanismo “Não consigo me imaginar não sendo mãe. A gente se doa, se dedica pra vê-los se tornando homens maravilhosos”: Francielle Ferreira Ribeiro “Ser