Clubinho SomosTodosGigantes

Nosso Youtuber Biel aproveita seu carisma para lançar um novo projeto: o Clubinho Somos Todos Gigantes. Assista com a gente!

Nosso Youtuber Biel aproveita seu carisma para lançar um novo projeto: o Clubinho Somos Todos Gigantes. Assista com a gente!

 

Após algum tempo sumido das telinhas da internet, concentrado em sua cirurgia de alongamento de membros, nosso youtuber predileto volta com garra total lançando um novo projeto em seu canal de vídeo.

 

O Clubinho SomosTodosGigantes é uma forma de reunir o Gabriel, seus irmãos e amigos em uma edição semanal para falar sobre nanismo, dicas de filmes, livros e  conteúdos em geral.

 

O objetivo é sempre transmitir mensagens positivas que combatam o preconceito e estimulem debates sobre assuntos como o bullying, a ansiedade, a acessibilidade e todos estes temas tão recorrentes nas linhas de todos os nossos discursos. Tudo sob o ponto de vista, a leveza e a pureza do olhar infantil.

 

Outra característica relevante destas postagens serão as entrevistas. Toda semana uma personalidade importante vai ser convidada a compartilhar sua opinião com nossos gigantes no Clubinho. Seja pelo aspecto humano, profissional ou científico, as entrevistas prometem.

 

Esta semana, o entrevistado é o atleta da superliga A de Vôlei, o goiano Vinicius Mendes de  Siqueira, 34, o Vini do Campinas. Com 1,96m, ele conta que já sofreu bullying tanto por ser muito alto (fora do esporte), quanto por ser mais baixo do que os colegas (dentro do esporte), mas com o tempo aprendeu a tirar vantagem do seu tamanho e hoje joga profissionalmente uma modalidade favorecida pela altura.

 

Confira sua entrevista na íntegra. Com vocês, no ar: Vini e os nossos repórteres mirins! Curtam! Compartilhem! Deixem sua opinião.

 

Rafaela Toledo

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

A conexão de mãe que abraçou centenas de outras mães

Neste Dia das Mães, contamos histórias de mulheres que são fio condutor na luta por proteção e direitos dos filhos com nanismo “Não consigo me imaginar não sendo mãe. A gente se doa, se dedica pra vê-los se tornando homens maravilhosos”: Francielle Ferreira Ribeiro “Ser

A conexão de mãe que abraçou centenas de outras mães

Neste Dia das Mães, contamos histórias de mulheres que são fio condutor na luta por proteção e direitos dos filhos com nanismo “Não consigo me imaginar não sendo mãe. A gente se doa, se dedica pra vê-los se tornando homens maravilhosos”: Francielle Ferreira Ribeiro “Ser