3º Encontro de Futebol dos Pequenos

Elisangela Paulino Alves Ribeiro, 40, corretora de imóveis, é mãe de Henrique Alves Ribeiro, 9, estudante do 4 ano diagnosticado com Displasia Espondilo Epifisária. Há alguns anos, ela percebeu que estar perto de crianças como ele, era estimulante para Henrique. Foi assim que começou a organizar o Encontro dos Pequenos. “Pessoalmente, eu acho que a sociedade precisa vê-los. São pessoas maravilhosas que encantam”, completa Elis, sobre os benefícios de ter esta turma reunida.

O evento deste ano é o terceiro. Foi marcado para o dia 31 de março em Santo André (SP), no Clube Primeiro de Maio, a partir das 10h, e vai, novamente, ser animado pelo Futebol dos Pequenos, reunido desde 2007, em São Paulo.

Veja aqui o post sobre o último encontro.

“Este ano, será o primeiro encontro. A programação está voltada para as famílias de pequenos mas tem um diferencial: reunir a turma do futebol e mostrar para nossas crianças o esporte, a interação e o convívio”, explica a organizadora.

Segundo Elis, o time do Rio de Janeiro fará uma participação, jogando com a equipe de São Paulo e demais convidados.

“Quem quiser participar do encontro, basta passar nome e RG para mim ou para a Elis mas para o futebol, já estamos com as vagas lotadas”, anuncia o organizador do Futebol dos Pequenos no evento, Marco Aurélio Carvalho, 30, assistente administrativo. (Elis: 11 99435-4304/ Marquinhos: 11 98774-6731).

A participação no Encontro dos Pequenos é gratuita. “Temos algumas parcerias como o Clube Primeiro de Maio, que é um clube privado mas cedeu espaço para o jogo, nossa reunião e uma agradável área para churrasco após o futebol”, complementa Elis.

Ela explica que o churrasco é solidário e os participantes devem levar carne, linguiça e todas as guarnições necessárias para o almoço. A ideia é envolver todos em uma grande confraternização organizada com muito carinho e colaboração de todos.

“Esteja convidada também! Seria um prazer receber o Gabriel e família pois são um grande exemplo para todos nós aqui de São Paulo”, finaliza Elis com a simpatia costumeira com a qual sempre atende a equipe Somos Todos Gigantes.

Além do entretenimento, a oportunidade também vai agregar aos debates sobre inclusão no esporte e acessibilidade, com reunião no local com representantes da Secretaria da Pessoa com Deficiência de São Paulo; Valmir de Souza, 51, Fisiologista pós graduado em Esporte Adaptado, criador e sócio diretor da Biomob Soluções Inovadoras para Acessibilidade e outras personalidades atuantes no cenário nacional sobre nanismo. A agenda de eventos em São Paulo também é pauta do encontro. 

Rafaela Toledo

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

Apneia e nanismo: quais os riscos para para os adultos? 

Atualmente, a polissonografia é um exame indicado para todas as crianças com acondroplasia logo nos primeiros anos de vida. O tema, inclusive, está descrito na Declaração de Consenso Internacional sobre o Diagnóstico, Gestão Multidisciplinar e Cuidados ao longo da vida com Acondroplasia. Para os adultos,

Bullying e cyberbullying agora são crimes no Brasil

Sancionada pelo presidente Lula, a Lei nº 14.811 também tipifica crimes cometidos contra crianças e adolescentes como hediondos O bullying e o cyberbullying (que acontece na internet) agora são considerados crime no Brasil com previsão de multa (no caso do primeiro) e pena de até

Apneia e nanismo: quais os riscos para para os adultos? 

Atualmente, a polissonografia é um exame indicado para todas as crianças com acondroplasia logo nos primeiros anos de vida. O tema, inclusive, está descrito na Declaração de Consenso Internacional sobre o Diagnóstico, Gestão Multidisciplinar e Cuidados ao longo da vida com Acondroplasia. Para os adultos,

Bullying e cyberbullying agora são crimes no Brasil

Sancionada pelo presidente Lula, a Lei nº 14.811 também tipifica crimes cometidos contra crianças e adolescentes como hediondos O bullying e o cyberbullying (que acontece na internet) agora são considerados crime no Brasil com previsão de multa (no caso do primeiro) e pena de até