Vida da Gigante Camila Rosalino

A youtuber já passou pelo Somos Todos Gigantes pelo trabalho realizado em seu canal Pequeno Papo. Conheça esta gata de perto!

A youtuber já passou pelo Somos Todos Gigantes pelo trabalho realizado em seu canal Pequeno Papo. Conheça esta gata de perto!

Meu nome é Camila, tenho 24 anos, tenho 1,05  e moro em Criciúma, em Santa Catarina. Gostaria de contar um pouco da minha história e onde quero chegar em  breve.

 

Sou de uma família simples que batalha todos os dias para o nosso melhor. Faço tratamento médico constante para acompanhar a evolução da doença, já que é uma síndrome, crônica chamada Mucopolissacaridose.

 

Foto de Divulgação 

Camila

Camila do Pequeno Papo com Rosani Piazza, voluntária no hospital onde faz reposição enzimática

 

Trabalho em uma fábrica de roupa de duas marcas. Trabalho no setor de recursos humanos, mas esse lugar serviu de inspiração. Antes da oportunidade profissional, eu tinha um sonho de lançar uma marca de roupa para mulheres pequenas como nós.

 

Neste lugar, percebi  que seria possível com ajuda de alguns amigos. Hoje estou em uma campanha para arrecadação de fundos para lançar minha marca de roupa. Temos 40 desenhos e 20 vão ser escolhidos para a primeira coleção que será lançada no verão que vem.

 

Foto de Divulgação

Camila

Camila com a pequena Manu e amigos de trabalho

 

Nosso objetivo é lançar essa marca diferenciada que proporcione conforto e estilo para mulheres pequenas, para que possamos parar de procurar roupas no setor infantil (risos).

 

Estamos aceitando ajuda como: Divulgação, apoio e parcerias com empresas de tecidos. Temos uma vaquinha online com prazo até dia 31 de julho para arrecadar fundos para primeira coleção. Também estamos aceitando parcerias e doações de tecidos de empresas interessadas. Interessados em ajudar podem entrar em contato pelo camilarosalinooficial@gmail.com.

 

Foto de Divulgação

Camila

Camila com a pequena Manu, sua inspiração na luta pelos direitos dos pequenos

 

Na minha infância até a adolescência, eu me sentia um pouco ruim porque eu via que era diferente. Meus colegas de classe sempre me trataram muito bem. Porém, de outras sala, eu tinha que ouvir muita piadinhas, apontavam o dedo.

 

Comecei a ter contato com outras pessoas do meu tamanho devido a encontros em Porto Alegre. Tem todos anos, no final do ano, SIMPÓSIO MPS SUL. Lá eu conheci mais pessoas como eu e durante o ano mantenho contato pela internet. Todo ano acontece este evento em novembro.

 

Foto de Divulgação

Dani

Dani Azevedo é uma amiga que Camila cultivou em um dos encontros de Porto Alegre

                      

Eu sou mais caseira. Sempre tive dificuldade em ter amizade que permanecem, pois começam namoros, essas coisas, eles meio que esquecem da gente. Durante muito tempo, eu me privei de sair porque tinha medo de atrapalhar, por terem que cuidar de mim. Mas hoje em dia eu saio, vou à festas, cinemas, lanchonetes. Não me importo mais com os olhares. Às vezes incomoda sim, mas não deixo de fazer nada por isso!   

                    

Conheci o Somos Todos Gigantes porque uma família frequenta a mesma igreja que eu tem uma menina com nanismo. A Manuela me fez querer lutar por nós pequenos. Através dela, conheci mais pequenos GIGANTES. Assim me inspiro para ir até onde quero.

 

Foto de Divulgação

A

 A youtuber engajou todos do trabalho na campanha

 

Camila é mais uma Gigante que prospera sem se importar com a maldade que mora no preconceito. Ela precisa da ajuda de cada um para realizar seu sonho. Por isso, aquelas pessoas que puderem se engajar em sua campanha, entrem em contato ou participem do financiamento coletivo. Muitos grandes projetos atualmente têm sucesso graças a união de pessoas que têm um mesmo foco por meio da economia colaborativa, opções criativas como a “vaquinha” de Camila.

 

Se quiser saber mais sobre Camila, leia aqui a matéria anterior do #STG sobre ela.

 

Estamos ansiosos para saber mais também sobre você. Compartilhe sua luta, suas vitórias, suas derrotas e como foi que você fez para superar. Nada melhor que a experiência para nos ensinar sobre a vida. Não se esqueça de compartilhar. Quanto mais pessoas contarem suas histórias, mais vozes serão ouvidas e seremos cada dia mais gigantes!

 

 

Rafaela Toledo

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

Natação e nanismo: quais os benefícios e pontos de atenção?

Prática do esporte sem acompanhamento pode provocar lesões, mas quando monitorada revela ser uma ferramenta potente na transformação da qualidade de vida das pessoas com a deficiência O sinal sonoro liberta para um mergulho profundo. “Na água eu dou tudo de mim, coloco na minha

Garoto com nanismo é campeão em jogos escolares

“Eu nunca tinha sido campeão e fiz gol até na final”, celebra Bernardo de 10 anos que descobriu mais uma paixão Um olhar técnico e humano plantou mais uma semente no futuro de uma criança e permitiu a união de um time que levou pra

Natação e nanismo: quais os benefícios e pontos de atenção?

Prática do esporte sem acompanhamento pode provocar lesões, mas quando monitorada revela ser uma ferramenta potente na transformação da qualidade de vida das pessoas com a deficiência O sinal sonoro liberta para um mergulho profundo. “Na água eu dou tudo de mim, coloco na minha

Garoto com nanismo é campeão em jogos escolares

“Eu nunca tinha sido campeão e fiz gol até na final”, celebra Bernardo de 10 anos que descobriu mais uma paixão Um olhar técnico e humano plantou mais uma semente no futuro de uma criança e permitiu a união de um time que levou pra